7 passos para montar uma boa palestra

Antes da pandemia especialmente, me via dando “sim” para muitas palestras.

Hoje menos, seja por falta de tempo ou por escolher melhor como gasto minha energia.

Sobre isso, leia: “Dar e Receber”.

Já dei palestras:

  • Boas: fizeram sentido para as pessoas; os outputs foram claros; o objetivo foi cumprido e eu mesmo senti que era isso.
  • Nem tão boas: confusas; tempo se alongou; adicionei muita coisa e não cortei outras; pouco tempo de preparação; dentre outros pontos.

Portanto, hoje trago dicas específicas para você, pessoa que é marinheira de primeira viagem em palestras ou simplesmente deseja evoluir mais ainda nesse quesito.

1-Entenda se isso realmente deve ser uma palestra ou Q&A

Quando uma empresa pede para conversar com seu time sobre algum aspecto de Customer Success por exemplo, sempre faço perguntas para entender se para eles mais valeria uma sessão de Perguntas e Respostas (Q&A).

Leia mais aqui: Um modelo para palestrar internamente em uma empresa (Q&A)

2-Se prepare com >1 mês de antecedência

O primeiro ponto é evitar aceitar palestras em que preciso fazer na correria, ou ensaiar menos que desejava para chegar à excelência.

Se a pessoa requerente se enrolou para convidar ou precisa bater uma certa meta para seu time ou empresa, o problema não é seu – especialmente se terei que fazer slides do zero.

Em primeiro lugar minhas prioridades: quem paga meu salário, minha família, meus compromissos. Senão um mês vira um atropelo sem fim, e isso impacta diretamente no trimestre. Seja um doador inteligente.

3-Colete informações sobre o tema da palestra

Uma coisa que gosto de fazer é usar o Spotify (Podcasts) e Youtube (Videocasts, palestras, entrevistas, reviews, etc.) para coletar informações sobre o tema.

São como dados que nosso cérebro vai coletando para criar um senso crítico mais apurado para aquele tema.

Colete essas informações e anote em algum bloco de notas mais sobre essas referências. Com certeza isso vai trazer mais repertório para sua palestra.

Vá além dos limites do seu mundo para não montar uma palestra nível 5, mas sim nível 10!

Entregável: Ter informações, frases e ideias ainda não organizadas registradas.

4-Organize essas informações sobre o tema da palestra

Ok! Informações coletadas? É hora de enriquecer e organizar essas informações.

Em Inteligência Artificial falamos sobre enriquecimento de dados: conseguir complementar dados com informações úteis e dar mais valor às informações atuais.

Caso eu tivesse pulado essa etapa, a palestra se transformaria numa fala sem pé nem cabeça. Coisas sem relação e frases soltas sem começo meio e fim, sem linearidade e sem storytelling básico.

É aqui que escrevo o OBJETIVO da palestra em 1 frase. Isso vai dar certo trabalho, mas sem isso qualquer caminho serve.

É aqui também que consigo separar a palestra em tópicos, mesmo que sejam: INTRODUÇÃO; DESENVOLVIMENTO; CONCLUSÃO. E quem sabe encaixar as informações do item anterior já nesses 3 tópicos, ou em tópicos dos tópicos caso você já visualize isso.

É também nessa etapa que, como Guimarães Rosa faria, começo a “cortar os excessos”. Uma frase que coletei e não vai fazer sentido na montagem, por exemplo.

Entregável: Organizar os tópicos da palestra e encaixar as informações.

5-Escreva a palestra no Google Docs

Essa é a etapa que as pessoas mais pulam pois resolvem agilizar e vão direto pros slides.

Cometi esse erro pegando esse atalho inúmeras vezes.

Digitar o texto da palestra por extenso (claro, pode ser uma espécie de resumo de poucas páginas) ajuda muito nessa montagem. Aqui é onde o storytelling entra e vamos perceber que a ordem dos tópicos pode estar equivocada ou indo no caminho certo.

Costumo fingir que essa palestra é um Post aqui pro Blog e toco ficha. Consigo sentir mais confiança ao finalizar essa parte.

Entregável: Ter a palestra (mesmo resumida) escrita como se fosse um post de blog.

6-Faça os slides da palestra

Agora sim, os slides.

Essa parte fica bastante simples tendo feito os itens anteriores. O Storytelling parece que flui mais e conseguimos saber até o momento que vamos falar aquela piada ou usar aquela comparação, pois temos o domínio pleno da palestra.

Entregável: Slides feitos.

7-Ensaie, ensaie e ensaie mais um pouco

Hora de ensaiar, especialmente para testar o tempo e sentir se o objetivo da palestra está sendo cumprido.

Caso não, altere algo – caso sim, parabéns! Você finalizou a palestra com sucesso.

Entregável: Apresentação da palestra no tempo certo e com objetivo sendo cumprido.

É isso, gostou? Boas palestras por aí, e um grande abraço!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.