100 grandes dicas para um PM (Product Manager)

Traduzi este ótimo artigo de Jason Evanish para trazer dicas sobre gerenciamento de Produtos.

O post se originou a partir de uma Twittada que ele deu, pedindo essas dicas para o público, e deu no que deu.

Seguem, portanto, abaixo 100 grandes dicas para um PM (Product Manager):

1/ Ser PM é um trabalho de influência. Os melhores PMs são os prefeitos de sua área de trabalho. Você precisa ser capaz de construir coalizões e obter a adesão de um amplo grupo de pessoas. Isso não acontece por acaso. É preciso trabalho.

2/ Os melhores PMs são autodidatas. Eles estão constantemente curiosos e sempre aprendendo. Se você não gosta de aprender muitas novas habilidades de vendas, marketing, negociação, design, não seja um PM.

Continuar lendo 100 grandes dicas para um PM (Product Manager)

“Private Equity e Venture Capital no Brasil: Governança, criação de valor e alternativas em investimentos ilíquidos” – Frases de Livros

Este livro é essencial para quem quer realmente aprender sobre o mercado de Private Equity e Venture Capital. Devia ser uma premissa para todos os empreendedores e founders que desejam captar investimento.

Interessantíssimo conhecer um pouco mais da história de investimentos ilíquidos no Brasil e como estamos apenas no começo de uma história de longo prazo.

Vamos às melhores frases:

  • A leitura deste livro teria poupado muitas dores de crescimento e aprendizado , e , por que não dizer , tantas dores de cabeça aos gestores dos principais fundos de pensão brasileiros no esteio do Programa Nacional de Desestatização ( PND ) no final dos anos 90 .
Continuar lendo “Private Equity e Venture Capital no Brasil: Governança, criação de valor e alternativas em investimentos ilíquidos” – Frases de Livros

“Category Creation” (Anthony Kennada) – Frases de Livros

Um ótimo livro sobre criação de Categoria dentro de uma Startup!

Por coincidência, é um case de Kennada, do Gainsight, plataforma de Customer Success, então foi um livro com duplo aprendizado para mim. Ótimos insights para empresas que querem se diferenciar e para startups que estão iniciando nova categoria no mercado.

As melhores frases que pontuei:

  • Como diretor de marketing fundador da Gainsight, Anthony e sua equipe são creditados com a criação da categoria Customer Success — uma categoria de software, profissão e imperativo de negócios que ajuda as empresas de assinatura a crescerem de forma sustentável, tornando-se obcecadas pelo cliente.
  • Ele e sua equipe criaram a comunidade Pulse de profissionais de sucesso do cliente, que em seus primeiros sete anos recebeu mais de 25.000 executivos para conferências em três continentes e mais de 50 capítulos de comunidades PulseLocal em todo o mundo.

Parte I A ganância a longo prazo da criação de categorias

  • De qualquer ponto de vista, algo sobre aquele momento transcende nossas vidas profissionais e causa uma impressão profunda em nossa humanidade – a perspectiva de fazer parte de algo grande, deixando uma marca no universo e talvez criando alguma riqueza pessoal ao longo do caminho.
Continuar lendo “Category Creation” (Anthony Kennada) – Frases de Livros

Startups: as coisas que construímos, acabam nos construindo

Vi uma imagem de capa de algum Startupeiro no Linkedin e salvei:

Acho que é uma das melhores definições sobre o tema.

“As coisas que construímos […]”: Estruturação de setores, construção de softwares, evangelização de mercado…

“[…] acabam nos construindo”: Mudam a sociedade e a forma com que vemos o mundo para melhor.

Reflexão final: tenho orgulho de trabalhar em tecnologia, startups e não trocaria minha carreira por nenhuma outra.

Happy friday!

O tempo que faz horas a mais

Às vezes redescubro Ziraldo.

Uma das cenas de um grande filme da minha infância, “O Menino Maluquinho” – devo ter visto mais de 50 vezes (tinha o VHS), narra:

“Ah… que grande mistério o jeito que o menino tem de brincar com o tempo.

Sempre sobra tempo pra tudo!

Tempo? Que amigão! Seu ponteirinho das horas, vai ver é um ponteirão!

O tempo pra ele faz horas, horas a mais!”

Estava refletindo profundamente sobre isso.

-Na infância o tempo “se estica”, se adapta à criança para junto brincar. Tudo é brincadeira! E brincadeira não tem hora. Esse existir e essa presença relâmpago são minutos que viram horas…

-Quando nos tornamos adultos, o tempo nos deixa para trás! Ou será que nós que o deixamos? Abarrotados por compromissos, tarefas, deadlines… O tempo “aprisiona” o adulto, como cantava Nana Caymmi.

Percebi que a única forma de novamente vivermos esse tempo “amigão”, o tempo que se estica, é nos deixarmos levar pelas brincadeiras das crianças – esquecendo a seriedade que a vida nos exige, e “conduzir meu coração, onde os ventos vão” como cantava o Boca Livre.

Quem sabe este afinal seja o Kayros, tempo oportuno, na prática: não ligar para o tempo.

E nos dá o ponto final, Rubem Alves: “As crianças estão sempre a nascer para a eterna novidade do mundo”.

Até!

3 perguntas importantes do YCombinator para Startups

Na ótima Newsletter do Daniel Dahia (link aqui), descobri que o YCombinator envia um longo formulário para Founders e candidatos de Startups.

Deste formulário, 3 são as perguntas mais importantes e relevantes para eles:

1. Por favor nos diga algo surpreendente ou impressionante que um de vocês descobriu.

2. Por favor nos diga em uma ou duas frases qual foi a coisa mais impressionante que você fez ou criou que não seja essa startup.

3. Diga alguma vez que você hackeou algo que não seja um computador.

Achei completamente desafiador e realmente diferencia founders.

Eu mesmo, não sei o que responderia em cada uma delas, teria que pensar bastante. Mas fica a reflexão para founders – o que você responderia? 

Minimamente, pode ajudar em pitchs para Fundos e captação de investimentos – mesmo que não seja a YCombinator.

Até!