RD Summit: O evento que não acabou

O que torna um evento inesquecível?

Suas palestras? A comida? O ambiente? Também, mas não exatamente.

Um evento inesquecível, é aquele que não acaba. Logo explico: momentos que não acabam em nossa história. Lições que lembraremos por muito tempo. Quebras de paradigma.

Digo seguramente que o RD Summit 2015, o maior evento de marketing digital do Brasil, não acabou para aqueles que lá estavam.

Tendo a grande honra de pertencer ao time da empresa Resultados Digitais, relato a seguir três grandes lições aprendidas nas percepções diante destes dias:

1.Todos tem a capacidade de tornar dos sonhos, realidades

Afinal, cada um carrega realmente o dom de ser capaz? Sim.

Se você não acredita no que faz, se ri dos próprios sonhos, ou deixa que o façam, imagine quem vai acreditar em você? Quem não acredita no mensageiro, consequentemente não acredita na mensagem.

O melhor profissional é aquele que ama e acredita na força que seu serviço tem. Na diferença que seu produto fará.

Ninguém melhor do que Henrique Carvalho, do “Viver de Blog”, para nos relembrar isso.

Em sua palestra, no RD Summit, Henrique lembrou que todos têm a capacidade de botar em prática os seus dons. Conhecimento, portanto, gera crescimento.

Para quem não conhece, ele largou tudo para literalmente viver de um blog, mesmo que tenha sido muito difícil no começo. Mas o Henrique é um daqueles caras que não tem só iniciativa, mas também “acabativa”:

“Não importa onde cada blog ou site esteja hoje. Um dia, todos eles começaram do zero.”

2.Atrás de vozes, empresas. Atrás de empresas, vidas

Isso é óbvio para o consultor “a moda antiga”. Aquele que visita seus clientes. Olha nos olhos, conhece, entende. Porém, mesmo sendo uma frase clichê, não é tão óbvio para o consultor online.

Ser um consultor online tem inúmeras vantagens: otimização de tempo, economia de gastos (gasolina, por exemplo!), maior número de clientes, etc. Apesar de tudo isso, na prática, ouvimos vozes atrás do skype.

Os encontros realizados no RD Summit foram incríveis por isso. As vozes ganharam forma.

Em época de crise, muitas empresas vêem o marketing digital como a luz no fim do túnel. E muitos deixaram a família em casa no feriado para vir a Florianópolis aprender mais sobre ações que podem dar novos rumos a seus negócios.

Wil Reynolds, um fera quando o assunto é marketing e relacionamento, nos reforçou isso em sua palestra:

“As vezes passamos muitas horas entendendo como algo funciona quando devemos pensar nas pessoas”.

3.Quem leva o “online” a sério, está (muito!) a frente dos concorrentes

O empreendedor, “aprendedor” e humorista Murilo Gun falou algumas vezes no palco principal:

“Imaginemos um funil. Quem está no Summit já está a frente. Já os que botam em prática o que é falado aqui, são mais preparados ainda. E, por último, quem realmente dá certo vem palestrar no outro ano.”

Por mais clichê que possa parecer, ainda tem empresas que não “gastam” tempo com marketing digital. É como admitir que os concorrentes devem estar na frente.

O case compartilhado por Miguel Cavalcanti surpreendeu muita gente, exatamente pois o mesmo aplica inbound para o agronegócio.

Isso mesmo! Achar que o marketing digital não se aplica ao seu negócio por conta do nicho é um grande erro. 

Já diria Zigmuth Bauman: “A vida é maior que a soma de seus momentos.”

Levemos para a vida e botemos em prática os momentos vividos no RD Summit 2015! Sucesso!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.