Demitir 10% dos funcionários de uma Startup é um layoff?

Li esse insight no ótimo e sempre relevante blog do Tomasz Tunguz e trago a resposta aqui, em tradução livre.

Em resumo, demitir 10% dos funcionários não é um layoff pois isto é uma média recomendada por ano.

A surpresa é que sejam 10% demitidos em uma s´o tacada, isto que chama atenção do mercado. Nos conta Tunguz:

“Muitas empresas estabelecidas forçam isso a partir de uma disciplina de RH que recomenda uma redução anual de 10% em seus funcionários.

Jack Welch, ex-CEO da GE, apelidou-o de Vitality System ou Vitality Curve . Ele supôs que:

  • 20% dos funcionários eram os mais produtivos
  • 70% formavam a base
  • 10% não agregavam ao negócio e deveriam ser liberados. 

Existem custos claros para o Vitality System, mas não vou discuti-los aqui.

Quando leio na imprensa sobre uma redução de 10% no quadro de funcionários, não considero isso um indicador da saúde de uma startup. Em vez disso, é uma aceleração de uma prática de RH no final do ano para maximizar o caixa. 

As demissões que são materialmente maiores do que os benchmarks médios de atrito são uma questão diferente.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.