Homens sem Mulheres (Haruki Murakami) – Frases de Livros

Este é o segundo livro de Murakami que leio, sendo o primeiro: “Do que eu falo quando falo em corrida”.

Ótimo livro com contos, sendo um deles “Drive my Car” que virou filme indicado para o Oscar 2022.

O estilo de Murakami e a forma com que conta histórias e se aprofunda na vida de personagens é sem dúvida muito interessante e vale a leitura. Dedico ao amigo Luiz Guilherme Linhares Noldin, que sempre incentivou para a leitura de Murakami.

Seguem as melhores frases que apontei:

  • Mas isso não incomodou Kafuku . Ele também não gostava de conversar amenidades . Não achava desagradável falar de assuntos importantes com amigos de confiança , mas em outras circunstâncias preferia ficar calado .
  • Ele interpretava o papel de tio Vânia . Tinha decorado perfeitamente todas as falas , mas mesmo assim , para se acalmar , precisava repeti – las diariamente . Esse era um hábito de muitos anos .
  • Por mais terrível que seja a dor , eu preciso saber . Afinal , somente através do saber as pessoas conseguem ser fortes .
  • Aos olhos de Kafuku , as pessoas que bebem podiam ser divididas em dois grupos : as que precisam beber para acrescentar algo a si e as que precisam beber para remover algo de si .

Como a maioria das pessoas que costumam beber muito , ele soltava a língua quando bebia .

  • palavras adequadas em momentos importantes era um dos problemas que eu tinha
  • Remoer por que estava em uma determinada situação depois de ela estar decidida também era outro problema que eu tinha .
  • — Não tenho mais esse sonho — ela disse , por fim . — Mas ainda hoje me lembro nitidamente dele . O cenário , o que eu sentia , não é fácil esquecer essas coisas . Provavelmente nunca vou esquecer .
  • A música tem o efeito de despertar nitidamente a memória , às vezes a ponto de fazer doer o peito .
  • tem um filme antigo do François Truffaut em que uma mulher aparece e fala para um homem : “ No mundo há pessoas educadas e outras com tato . Claro que educação e tato são qualidades boas , mas muitas vezes tato é melhor do que educação ” .

Há um poema clássico japonês que diz : “ Depois do nosso encontro , percebo o quanto meu coração era livre de aflições ” .

  • Se um dia , por alguma razão , não sei qual , me tirassem desta vida de repente , me arrancassem todos os privilégios , fazendo com que minha existência fosse reduzida apenas a um número , quem eu seria ? Fechei o livro e fiquei pensando nisso . Se tirarem de mim meu talento e minha credibilidade profissional , sou um simples homem de cinquenta e dois anos , sem nenhum valor , nenhuma habilidade especial
  • Porque ele era uma pessoa que não gostava de mudar a rotina . Valorizava mais do que tudo o cotidiano regrado .
  • Senhor Tanimura , não quero incomodá – lo , mas tenho um pedido a fazer . Gostaria que o senhor não se esquecesse do doutor Tokai . Ele tinha um coração extremamente puro . Em minha opinião , o que podemos fazer pelas pessoas falecidas é nos lembrarmos delas o máximo possível . Isso é fácil de falar , mas não é fácil de fazer . Não posso pedir isso a qualquer pessoa .

Às vezes , quando observamos as coisas sob um ângulo um pouco diferente , algo que parecia inacreditavelmente resplandecente e absoluto , algo que me fez pensar em abrir mão de tudo para consegui – lo , passa a ser assustadoramente desbotado .

  • Não conseguia se lembrar de nenhum lugar para onde desejasse ir , nem de uma paisagem que desejasse ver . O mundo era um vasto mar sem sinalizadores , e Kino era um pequeno barco sem carta náutica nem âncora .
  • Kino pensou no salgueiro com abundantes galhos verdes caídos até quase ao chão . No verão ele proporcionava uma sombra fresca no pequeno quintal da frente . Nos dias de chuva , ele fazia brilhar nos seus galhos inúmeras gotas prateadas . Nos dias sem vento , ele ficava profunda e silenciosamente reflexivo , e nos dias com vento balançava aleatoriamente o seu indeciso coração . Os pequenos pássaros vinham , pousavam com destreza nos galhos que se curvavam delicadamente , cantavam em tom alto e estridente e depois alçavam voo . Quando os pássaros partiam , os galhos ficavam balançando alegremente por um tempo .
  • “ Então , antes de me tornar Gregor Samsa , quem fui eu ? O que fui eu ? ”
  • Ela era uma pessoa que queria sempre acreditar em algo . Que era capaz de partir uma borracha nova no meio sem hesitar e oferecer a metade .
  • Nós erramos o momento de nos conhecermos .
  • Com a morte dela , sinto que perdi para sempre a parte de mim que tinha catorze anos . Como a camisa aposentada de beisebol , a parte de mim que tinha catorze anos foi arrancada da minha vida pelas raízes .

Somente os homens sem mulheres conseguem compreender o tamanho da dor e do sofrimento de ser homens sem mulheres .

  • — O que eu quero dizer é que , quando ouço esse tipo de música , sinto que estou num espaço amplo e vazio . Esse lugar é realmente espaçoso e não há divisórias . Não há parede nem teto . E aí não preciso pensar em nada , não preciso dizer nada , não preciso fazer nada . Basta estar ali . Basta fechar os olhos e entregar o corpo ao belo som das cordas .

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.