O grande perigo dos 5%

Em meu primeiro estágio, eu tinha que realizar a clipagem de jornais de todas as regiões de Santa Catarina, localizar os clientes em meio às notícias, scanear, e enviar um relatório no fim do dia.

Certa vez em um plantão de fim de semana, por desatenção, deixei o principal jornal (Diário Catarinense) de lado e não o revisei.

Resultado? Os maiores clientes ligando na segunda-feira de manhã para perguntar como, no relatório, não constavam as notícias do DC!

O fato é: naquele dia fiz um trabalho incrível com 95% dos clientes. Mas isso foi praticamente anulado pelos 5% que deixei de fazer.

Eu acredito que essa situação surge em diversos momentos de nossa vida e de nossa carreira: todos temos os 5% que travam/atrapalham/transformam nossos limites em impossibilidades.

Se aprendi algo com essa situação, com certeza foi: de nada adiantam vontade e conhecimento para fazer o bem feito se damos margem aos 5% que podem jogar tudo por água abaixo.

Portanto: foco e atenção para chegar aos 100% em todos os âmbitos da vida, mas quando isso não acontecer, não ignorar os 5%! Limites fazem sentido quando superados.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.